Love is in the air! O amor está no ar!

Quer impressionar  o seu amor no dia dos namorados? Mostre o que você vem aprendendo estudando inglês.

Seguem algumas dicas de frases românticas para que possa colocar no cartão, mandar no whatszapp  ou mesmo falar na hora em que forem comemorar!!

Happy Valentine’s Day!!  – Feliz Dia dos Namorados.

Loving you in the Best that hás ever happened to me– Amar você foi a melhor coisa que aconteceu comigo.

Your Love uo my path shows me the way to move forwar.- Seu amor ilumina meu caminho e me mostra a maneira de seguir adiante.

I will wait for you till dawn even IF it is the darkest night- Eu vou esperar por você até o amanhecer, mesmo que seja a noite mais escura.

Life means nothing to me withiout you, and all i need in it, is you and you and you- A vida não significa nada para mim sem você e tudo que preciso é você , você, você.

Junte a fome de aprender com o desejo de amar

Aproveite a ocasião do Dia dos Namorados para participar das diversas promoções sobre o assunto.

Em São José dos Campos, o Instituto Cultural Brasil Estados Unidos – ICBEU, considerado o melhor Centro de Idiomas da região do Vale do Paraíba irá sortear um jantar romântico para quem fizer matrícula entre os dias 5 e 12 de junho.

Os premiados ganharão um jantar no restaurante Barbaresco do Center Vale. Mais informações em  goo.gl/fo59GE

Fonte: ICBEU / Vale Publicar

Instituto Cultural Brasil Estados Unidos, único centro de aprendizagem da língua americana reconhecido pela Embaixada dos Estados Unidos,  estimula uma melhor compreensão e expressão do idioma em convergência com as conexões em rede e conhecimento interdisciplinar.

A escola desenvolveu cursos  que proporcionam oportunidades  para o aluno ampliar o conhecimento sobre si mesmo, sobre sua própria cultura e sobre as outras espalhadas pelo mundo, apropriando-se de saberes para ter autonomia e poder se posicionar de forma crítica diante de questões sociais, pessoais e profissionais, no dia a dia e de modo global.

A seguir, alguns cursos que utilizam técnicas inovadoras que melhoram o desempenho de quem busca aprender um novo idioma.

TED-Ed Club – Uma excelente oportunidade para o desenvolvimento de fluência, assim como de outras habilidades, como, por exemplo, criatividade e reflexão crítica. Um momento para se inspirar, discutir e compartilhar ideais originais com outros alunos até 18 anos que farão parte de uma comunidade mundial chamada TED-Ed e poderão entrar em contato com outros participantes do mundo todo. O objetivo é que, durante esses encontros, os alunos recebam orientações e suporte para o desenvolvimento de suas ideias, e se preparem para apresentá-las como nas apresentações do TED. (TED TALKS – Ideas worth spreading)

Art Conversation Class – Uma experiência artística multicultural que contribuirá no aperfeiçoamento da língua enquanto o aluno se envolve com as artes e descobre mais sobre esse mundo. Trata-se, portante, de uma verdadeira aula de conversação alternativa para todos aqueles interessados em artes em geral – dança, música, teatro, pintura, desenho ou qualquer arte visual.

Game Night Conversation Class – Um momento divertido e ao mesmo tempo desafiador que contribui no desenvolvimento do inglês enquanto os alunos descobrem novas palavras, expressões e estratégias de conversação. Uma ótima oportunidade de aprender e se divertir.

 

Ao aprender a língua inglesa você desenvolve autonomia, exercendo assim seu protagonismo, o que lhe será útil durante sua vida.  Por isso, é aconselhável buscar um melhor apoio nesse processo fazendo o uso de vários recursos para a aprendizagem.

O trabalho colaborativo com seus colegas, professores e demais profissionais envolvidos,  vão além dos limites em sala de aula porque no final de cada etapa do curso, você deverá sentir cada vez mais apto a encarar os desafios da vida moderna, agora e no futuro.


Fonte: JC / ICBEU

Nos dias 2 e 3 de junho a APVE – Associação dos Pioneiros e Veteranos da Embraer, realizará o V Encontro de Escritores e Jornalistas de Aviação – Fomento à Cultura Aeroespacial.

O Encontro reúne alguns dos principais nomes da literatura e do jornalismo, voltados à cultura aerospacial e propõe as participantes uma valiosa interação e troca de conhecimentos a respeito do tema. durante os dois dias de evento haverão exposições, debates, mesa-redonda e demonstrações de drones.

O evento é gratuito e aberto para todo o público. Confira a programação completa em  www.culturaaeroespacial.com.br/programacao ou ligue (12) 3925-5209.

O Dia das Mães

Publicado por | 9 de maio de 2017 | sjc

A história sobre o dia das mães e sua origem tem datas diferentes, no Brasil esse dia é comemorado no 2º domingo do mês de maio, em homenagem a Maria, mãe de Jesus.

Essa data, além de representar um simbolismo religioso, também acelera o comércio, esse ganhou força nesse dia para alavancar suas vendas. Porém, deve-se ter em mente que o mais importante para elas, é a homenagem e dedicação    que os filhos lhe oferecem. Pois, as mães merecem todo o carinho e amor não só nessa data, e sim, em todos os dias.

Na Inglaterra

A Inglaterra comemorava, durante o século XVII, no 4º domingo de quaresma, esse dia era chamado como “Domingo da Mãe”. Grande parte da classe baixa, nesse período, vivia com os patrões e morava longe de casa. E nesse Domingo , os servos eram dispensados e encorajados pelos patrões a irem para casa e visitarem suas mães.

Conforme o Cristianismo se espalhava pela Europa, começaram a homenagear a “Igreja Mãe”, entendiam que a força espiritual a qual lhes davam vida e os protegiam contra todo mal. No decorrer dos tempos essa celebração foi se confundindo com a do Domingo da Mãe. Assim, a homenagem era tanto para as mães como a Igreja.

Nos Estados Unidos

Nesse país, essa comemoração foi sugerida em 1872 por Júlia Ward Howe e outras mulheres que se uniram por conseqüência da crueldade da guerra e lutavam por um dia dedicado à paz.

O mais relevante é valorizar esses seres que de uma forma muito carinhosa receberam o adjetivo de mãe, e assim foram denominadas, não importa se elas são biológicas ou não, mas sim, o amor incondicional que elas sentem pelos seus filhos.

Promoções

Para os mais curiosos e com sede de aprender idiomas esse é um período que pode ser interessante ficar atento nas promoções do Dia das Mães. Em São José dos Campos, no interior de São Paulo, o ICBEU, principal escola de idiomas e única no Vale do Paraíba reconhecida pela Embaixada dos Estados Unidos, irá presentear com um bônus de R$ 150,00 às mães que realizarem matrículas para elas ou para os filhos entre os dias 8 e 13 de maio.

Uma simples busca no Google ou mesmo em grupos e páginas de redes sociais é fácil encontrar alguma campanha de promoções e até concursos com prêmios os mais variados.

Portanto, fica a dica de aproveitar a ocasião para encontrar promoções de desconto em matrículas de cursos, bolsas de estudos e até passagens aéreas.

Para onde você quer ir ou até onde você quer chegar?


Fonte: Vale Publicar

A falta de acento  na língua inglesa

Publicado por | 9 de maio de 2017 | Artigos

Curso de Inglês

Vocês já sentiram a falta que faz o acento? Pois bem, as palavras em inglês não se acentuam, poucas são as exceções emprestadas do francês como: fiancée (noiva), fiancé (noivo), e resumé (currículo). Para nós, brasileiros, isso pode ser um problema na hora de dizer certas palavras de forma correta.

Qual é a sílaba tônica? Ou melhor dizendo: Qual o “stress”? Se não reconhecemos determinadas palavras por já ter escutado e nos deparamos com a sua forma escrita, essa é uma pergunta necessária, e como responder? Os dicionários são de grande ajuda nessa hora pois a sílaba tônica é sublinhada (desperate) ou indicada com um sinal (´desperate). “Desperate” (desesperado(a)) é um exemplo dessas palavras diariamente confundidas por brasileiros que tendem a se comunicar  “desperate”,  ou até mesmo, “ desesperate” pela proximidade com o português.

Outra dificuldade quanto à questão da sílaba tônica é a sua mudança no caso de substantivos ou adjetivos quando se transformam em verbos. Vejamos alguns casos:

He used to be a rebel. (adjetivo)
He rebelled against the situation. (verbo)

It’s a great record. (substantivo)
What are you recording? (verbo)

Complicando as coisas ainda mais, temos a diferença de pronúncia entre inglês americano e inglês britânico. Por exemplo, os americanos falam con‘tribute, e os ingleses falam ‘contribute.

Percebe-se então que há dois caminhos para pronunciarmos de forma correta uma palavra. Primeiramente precisamos de muito trabalho auditivo, ouvir, ouvir e ouvir e na hora da dificuldade, nada como um bom dicionário de inglês para salvar, também nas questões de pronúncia. E não fique se sentindo mal com isso, no fim das contas até os falantes nativos de vez em quanto precisam usar esse processo.

Fonte: ICBEU SJC

Startups em São José dos Campos

Publicado por | 27 de abril de 2017 | News, oportunidades, sjc

A Prefeitura de São José dos Campos, junto com a startup Quero Educação (empresa especializada no mercado de educação), promove nesta quinta-feira (27) o 1° Parahyba Valley – Startup Meeting. O evento terá um público selecionado de 60 pessoas, restrito aos fundadores de startups em operação.

O evento, que vai ser realizado na sede do Quero Educação (Av. São João – região oeste), tem como objetivo principal dar início ao desenvolvimento do projeto da Prefeitura nesta área, o Startup São José.

O evento ocorrerá das 19h às 21h30 e é destinado às startups que queiram ajudar a consolidar este movimento em São José dos Campos e região. A Prefeitura quer saber quais são os principais desafios dos gestores, suas dificuldades e quais soluções pode oferecer para ajudar as empresas a se estabelecerem e se desenvolverem na cidade.

Na sequência, serão convidadas todas as instituições relacionadas à pesquisa tecnológica já instaladas no município, para a consolidação do projeto Startup São José.

Para consolidar o programa Startup São José Siga em Frente, a Prefeitura já garantiu a cessão de uma área no Parque da Cidade para sediar o projeto.

Startups

As startups são empresas que buscam a inovação em qualquer área ou ramo de atividade, procurando desenvolver um modelo de negócio que seja repetível, com o objetivo de atingir um grande número de clientes e gerar lucros em pouco tempo, sem haver um aumento significativo dos custos.

Fonte: SECOM

Saiba como pensar em Inglês

Publicado por | 13 de abril de 2017 | Artigos

Você que está estudando ou tem muita vontade de aprender inglês já deve ter ouvido a seguinte dica: “Você tem que pensar em inglês”.

Claro que a primeira coisa que passa na cabeça é o tanto que isso é difícil e que a pessoa que deu essa dica fala isso porque já sabe ou está bem mais adiante no inglês que você. Porém, na verdade pensar em inglês é uma demanda de técnicas e repetições e para que você possa começar a exercitar esse treino segue abaixo três dicas que te ajudarão bastante.

1- Fale somente inglês em suas aulas de inglês

Por mais que a vontade de falar português durante as aulas seja descontrolada não resista! Exponha-se, afinal seu professor é a melhor pessoa para te ajudar com seus erros e te falar maneiras te deixar a vontade com isso.

2- Leia algo em inglês todos os dias

Notícias, Artigos, ou até mesmo livros (de acordo com seu nível) em inglês podem contribuir muito para quem está no mínimo no nível intermediário. Treine a compreensão e se esforce para compreender os contextos antes da tradução. Depois dessa etapa confira devagar os pontos que trouxeram dificuldadese ache o significado de cada um deles. Isso vai fazer com você se acostume a entender o todo mesmo que algo no caminho pareça esquisito.

3- Assista palestras online

Escolha um assuntos de seu interesse e assista as palestras e vídeos desse determinado assunto, isso fará com que você seacostume a ouvir em inglês.

4- Assista a episódios das suas séries favoritas em inglês

Se seu nível é básico ou intermediário coloque legenda em inglês, caso avançado tente assistir sem legenda. O objetivo é a compreensão dos diálogos pensando em inglês. Lembre-se que o episódio escolhido deve já ter sido visto antes por você.

Essas e outras dicas você encontra no Blog do Instituto Cultural Brasil Estados Unidos.

Feliz Páscoa 2017!

Publicado por | 13 de abril de 2017 | Artigos

A Páscoa, nos Estados Unidos, mais conhecida por Easter, é comemorada no mesmo dia que no Brasil, que neste ano, será em 16 de abril. Porém, essa é, basicamente, a única semelhança na celebração da data entre os dois países. Se aqui, durante todo o mês que antecede o evento, vemos sempre as prateleiras e corredores dos supermercados abarrotados de ovos de chocolate, por lá as coisas são bem diferentes!

A primeira diferença é que aparecem pequenas referências nas seções de cartões e, posteriormente, uma plaquinha no alto de um mercado, onde estão, alguns coelhinhos de pelúcia, cestas de várias cores para fazer a ‘EasterEgg Hunt‘ e ovinhos de plástico para colocar brindes, entretanto nada de ovos doces comestíveis. A grande diversão para a criançada no domingo de Páscoa é acordar cedo, pegar a cestinha, sair para o jardim e começar a caçar os ovos, que normalmente são cozidos e decorados.

Para as demais faixas etárias, a alegria é garantida por desfiles que são realizados em algumas cidades, como Nova York, onde pessoas se vestem de coelho. Nas igrejas, são realizadas missas para relembrar o verdadeiro sentido da páscoa: a ressurreição de Jesus Cristo.

Os estadunidenses também praticam uma quaresma de jejum e, nesta data, a alimentação é bastante variada. Algumas famílias priorizam o peru, enquanto outras preferem pratos rápidos, como pizza.

Mas não há nenhum tipo de doce? Claro que sim! O famoso marshmallow ganha ênfase, eventualmente, surgem pequenos coelhos de chocolate.

Do mesmo jeito que no Halloween, as casas são decoradas, porém, na ocasião, com bichinhos bem mais fofos e amigáveis.

Por ser feriado religioso, em algumas cidades, no domingo de Páscoa e em respeito ao significado da data, shoppings, mercados e lojas de departamento não abrem.

Todos os anos, em São José dos Campos, interior de São Paulo, o Instituto Cultural Brasil Estados Unidos, desenvolve atividades que valorizam essa tradição.


Fonte: Vale Chef

Foram muitas as lutas até a criação da data em que se comemora o Dia Internacional da Mulher. No final do século 19 existiam movimentos operários  de organizações feministas que protestavam em diversos países da Europa e nos Estados Unidos. As jornadas de trabalhos eram longas, em média de 15 horas diárias com salários baixíssimos, isso em decorrência da Revolução Industrial e que ocasionou greves com reivindicações de melhorias nas condições de trabalho e para banir o trabalho infantil.

A primeira vez em que se comemorou o Dia Internacional da Mulher foi em  maio de 1908 nos EUA, nessa data 1500 mulheres, aproximadamente, manifestaram-se a favor da igualdade política e econômica no país. Posteriormente, a data foi oficializada.

As lutas continuaram no ano seguinte e em Nova York houve uma greve têxtil pelo fechamento de 500 fábricas. Em 1911 cerca de 130 mulheres morreram carbonizadas em uma das fábricas, esse foi um grande marco na trajetória das lutas femininas.

E assim, os protestos iam aumentando em todo o mundo, na Rússia em 8 de março de 1917, cerca de 90 mil operárias fizeram uma manifestação contra o Czar Nicolau II, a fome, as péssimas condições de trabalho, e a participação russa na Primeira Guerra Mundial , gerou um protesto chamado de “Pão e Paz”. E foi assim que a data se consagrou.

O primeiro acordo internacional que gerou os princípios de igualdade entre homens e mulheres foi somente depois de 20 anos, em 1945.

A data deve ser vista com uma mobilização à conquista de direitos, e também para que se analise sobre as violências: Físicas, morais e sexuais que ainda são presentes na atualidade, apesar de toda modernidade , há de se entender que os abusos continuam  permeando a vida das mulheres.

Ir à luta com determinação, apoiar a igualdade de gênero, e acima de tudo, dar as mãos para unir as forças existentes dentro de um contexto de irmandade a todas.

Essas e outras considerações sobre a história do Dia Internacional da Mulher, são apresentadas pelo Instituto Cultural Brasil Estados Unidos, em São José dos Campos, única escola de idiomas na região reconhecida pela Embaixada dos EUA e que apoia iniciativas como o a Toastmasters International. Com mais 345 mil membros em 142 países e cerca de 16 mil clubes em todo o mundo, incluindo a Sede Mundial em Rancho Santa Margarita, Califórnia, é líder mundial na arte de comunicar (falar, ouvir e pensar) e na formação de líderes.


Fonte: Vale SJC

A globalização e a Língua Inglesa

Publicado por | 18 de fevereiro de 2017 | Artigos

Antes de mais nada, é necessário ressaltar que ao se falar em globalização, não significa apenas a expansão econômica das nações, mas igualmente social, pois estreita os laços das integrações econômicas, culturais, sociais e sobre tudo políticas. O que resulta na interdependência das pessoas, e na redução de tempo para o desenvolvimento das atividades e o rompimento de fronteiras que existem entre os países, a partir da comunicação.

Dominar a língua inglesa é uma habilidade apreciada como um diferencial na carreira profissional. O idioma permeia a relação entre as culturas do mundo todo e a velocidade que isso ocorre é consideravelmente rápida.

Percebe-se que no dia a dia já se faz uso de palavras em inglês, isso é muito comum não só dentro das organizações, onde os profissionais exercem diretamente negociações com clientes estrangeiros, como também na vida cotidiana.

Esse domínio é sem dúvida, muito importante  para que a comunicação ocorra de forma efetiva, compreendendo o que está ao seu redor. Essas experiências são válidas em todos os segmentos da vida. Ampliar conhecimentos é trabalhar o desenvolvimento e obter sucesso.

A exigência da nossa modernidade enfatiza em falar o idioma universal, desta forma, é interessante pensar em dar continuidade no curso e no estudo da língua estrangeira, pensando em todo esse contexto que o Instituto Cultural Brasil Estados Unidos, localizado na cidade de São José dos Campos, em São Paulo, tem aplicado métodos eficazes de aprendizado. É o caso do Curso Intermediário de Inglês, incluindo programas de idiomas como o Flex e o Prime, preparados para quem não tem muito tempo e precisa aprender novas línguas para enfrentar o mercado de trabalho ou mesmo se preparar para uma viagem no exterior.

O ICBEU é a única escola de idioma no Vale do Paraíba com certificação reconhecida pela Embaixada dos Estados Unidos.

Mais informações no site www.icbeusjc.com.br


Fonte: Vale Jornal

1 2 3 12